Comitês

Comitês

Os Comitês estão subordinados ao Conselho de Administração e possuem a função de assessorá-lo e instruí-lo sobre assuntos específicos.

 

COMITÊ DE RISCO

Criado em 15 de julho de 2014, o Comitê de Riscos deverá monitorar e gerenciar os riscos estratégicos previamente identificados e definidos pela Diretoria, de forma a buscar a perenidade da Companhia, através da proposição de medidas e procedimentos a serem adotados pela Companhia para prevenção e/ou mitigação dos riscos.

Ao Comitê de Risco se reportam os risk owners – responsáveis por cada risco identificado – que são incumbidos de acompanhar periodicamente a evolução dos riscos estratégicos.

A identificação dos riscos é subdividida em: (I) Riscos de Ambiente; (II) Riscos de Processo; e (III) Riscos de Informação para Tomada de Decisões.

Compete ao Comitê de Risco:

(I) Monitorar os riscos estratégicos;

(II) Propor medidas e procedimentos a serem adotados pela Diretoria;

(III) Recomendar a adoção pelo Conselho de Administração de medidas de controle interno das atividades desempenhadas pela Diretoria, bem como opinar sobre a atribuição de novas funções aos Diretores;

(IV) Reavaliar periodicamente a adequação da estratégia de administração de risco da Companhia;

(V) Monitorar e avaliar as atividades desempenhadas pelos risck owners;

(VI) Sem prejuízo da competência do Conselho de Administração, recomendar procedimentos para melhor fiscalizar a gestão da Companhia;

Composição

Composto por 03 (três) membros, sendo 01 (um) membro do Conselho de Administração, indicado pelo próprio Conselho e 02 (dois) membros representantes da Companhia, indicados pela Diretoria.

Será permitida a participação adicional de 01 (um) observador para integrar o Comitê de Riscos, integrante ou não dos quadros da companhia ou do Conselho de Administração.

 

COMITÊ DE ÉTICA

Aprovado na Reunião de Conselho de Administração de 06 de fevereiro de 2014 e já previsto no Código de Ética da Companhia, o Comitê de Ética tem como principais responsabilidades:

(I) Analisar situações não previstas no Código e definir como proceder;

(II) Esclarecer dúvidas de interpretação das diretrizes do Código de Ética;

(III) Avaliar as situações de descumprimento do Código para decisão da(s) ação(ões) a ser(em) tomada(s);

(IV) Suportar os gestores na decisão a ser tomada nas situações de violações do Código de Ética;

(V) Revisar o Código de Ética anualmente e atualizá-lo sempre que necessário.

Composição

Composto por 03 (três) membros, sendo formado pelo Diretor Presidente, Diretor Jurídico e Administrativo e pelo Auditor Interno.

 

COMITÊ DE AUDITORIA

O Comitê de Auditoria, que será implantado na Companhia até o início da operação da 1ª planta industrial, tem como missão supervisionar os processos de controle interno, em especial a atuação da área financeira, da auditoria interna e independente, e assegurar a coerência das políticas financeiras com as diretrizes estratégicas e o perfil de risco de negócio.

Tem como principais atribuições:

(I) Analisar as informações e demonstrações financeiras, efetuando as recomendações que entender necessárias ao Conselho de Administração;

(II) Propor ao Conselho de Administração a indicação dos auditores internos e independentes, bem como a substituição dos mesmos;

(III) Promover a supervisão e a responsabilização da área Financeira e Contábil;

(IV) Garantir que a Diretoria desenvolva controles internos confiáveis, apresentando recomendações de aprimoramento de políticas, práticas e procedimentos que entender necessárias;

(V) Supervisionar as atividades da auditoria interna da Companhia, monitorando a efetividade, bem como a qualidade e integridade dos processos de auditoria interna e independente, propondo ao Conselho de Administração as ações que forem necessárias para aperfeiçoá-las;

(VI) Supervisionar as atividades dos auditores independentes, a fim de avaliar a sua independência, a qualidade dos serviços prestados e a adequação dos serviços às necessidades da Companhia;

(VII) Avaliar a efetividade e suficiência dos sistemas de controle e gerenciamento de riscos;

(VIII) Monitorar, juntamente com a Diretoria, as avaliações e recomendações dos auditores independentes e internos sobre os processos de controles e os riscos.

Composição

Composto por no mínimo 03 (três) membros, devendo pelo menos 1 (um) deles ser membro do Conselho de Administração e pelo menos 01 (um) deles ter comprovado conhecimento na área de contabilidade societária.

 

COMITÊ DE STOCK OPTIONS PLANS (SOP)

O Comitê de SOP, a ser implantado na Companhia, responsabiliza-se pela criação e administração do Programa de Opção de Compra de Ações (“Programa”), que estabelecerá as diretrizes e condições para o exercício da opção de compra pelos executivos da Companhia e, eventualmente, por profissionais da administração da Companhia, através da assinatura de um Contrato de Opção de Subscrição de Ações. O Comitê incube-se ainda da designação dos profissionais da administração que serão contemplados no âmbito do Programa.

O Comitê poderá estabelecer termos e condições diferenciadas para cada beneficiário. O Comitê poderá ainda, respeitado o Programa e sujeito à aprovação do Conselho de Administração, subordinar o exercício da opção a determinadas condições, bem como impor restrições à transferência das ações adquiridas com o exercício da opção, podendo também reservar à Companhia opção de recompra ou o direito de preferência em caso de alienação pelo beneficiário dessas ações.

Composição

Composto por 04 (quatro) membros do Conselho de Administração da Companhia.

 


Website por